Vi uma exposição no Oi Futuro, uma vez, que brincava com tipologia e áudio. Várias telas de LCD, com fones na frente. Cada tela, uma história. O áudio dava o tom, acompanhando a performance das letras. 

Agora, acabei de receber o link para esse Pulp Fiction in Typography. Olha lá:

Anúncios