mojo1.jpg

É acompanhado desse texto que vem o e-mail da Mojo Books, uma iniciativa que admiro. Simplesmente, eles lançam livros digitais de novos autores, que são baixados via download, depois de feito um cadastro no site da editora. Atualmente, a Mojo edita a coleção livros pop, ou seja, cada livro é inspirado em um álbum e seu formato, quando impresso, cabe numa capinha de CD.

todacuraparatodomal1.jpgneonbible_bruno-reis.jpg
À esquerda, Toda Cura para Todo o Mal (Pato fu) contado por Luciano Branco
À direita, Neon Bible (Arcade Fire) contado por Bruno Reis

“A internet é um dos espaços mais valiosos para a cultura pop. Então, foi um caminho natural escolher esse suporte para veicular o projeto”, diz Danilo Corci, organizador da Mojo Books. Não à toa o nome da editora já aparece em mais de 10.000 ocorrências no Google, a maioria gerada pelo efeito viral da mídia espontânea criada pelo blog de leitores e entusiastas.  

O catálogo da Mojo já soma mais de 50 livros, inspirados em músicas de bandas diversas, como Belle & Sebastian, Tim Maia, Beach Boys, Nação Zumbi, Sonic Youth, Cartola e Bauhaus. Cada livro leva o nome do álbum escolhido pelo autor como tema e alguns como Technique, de Ricardo Giassetti, e Revolver, de Jota Wagner, estão esgotados – sim, o download é limitado 

O primeiro lançamento do ano acontece hoje, dia 12/02: Quadrophenia, do The Who, escrito por Octavio Aragão. Baixa lá: www.mojobooks.com.br