As tendências me confundem, muitas vezes, e para o bem. Ao mesmo tempo que temos o slow fashion, o eco-tudo, os vegan e a preocupação em consumir menos, temos o lado negro da força, com os bytes acelerados, os super descartáveis, os hipertextos.

Gosto dos dois movimentos. O ideal seria achar o equilíbrio: passar pelo menos dois dias por semana na serra, vestindo a roupa mais confortável do mundo, ouvindo barulhinho de chuva, com o laptop no colomsn cheio e projetos sendo enviados via outlook.

Enfim… vimos no inverno 08 as tendências nômades e com o pé no medieval.
No verão, temos nas vitrines tendências solares e oceânicas. Muitas com ares setentinha, com jeito boho.
Provavelmente, nosso guarda-roupa dará um giro pro inverno que vem. Mais uma vez. E por aí vai.

Falando sobre essas sinuosidades, li no Style.com um preview primavera 09 que dizia: Goth Is The New Grunge. E, falando sobre essa estética escura, sombria e densa, o Fashion Institute of Technology inaugura dia 5 de setembro a mostra Gothic: Dark Glamour. A exposição traz uma perspectiva das passarelas e das ruas. 

gothic_dark_glamour_mid

Como o próprio site disse: 

This, clearly, is a trend that won’t be going away anytime soon. Somebody call Siouxsie Sioux.”

Que eu me lembre, desde o início de 2000 não tem um ano que se passe sem um retorno ao punk e ao gótico.
Adoro.
E, se você também gosta, leitura obrigatória (lançada no Brasil pela ed. Rocco):
Anúncios