Num dia frio, a pregui impera. Mas, vale tentar driblar o sono e dar um passeio pelo Centro, no sábado, se deixando levar pelo tempo, entrando naquelas ruas “parisienses” , no melhor clima Rio Antigo, nas redondezas do CCBB.

Ontem, consegui vencer o edredon e conheci dois lugares ótimos. Um deles, foi o sebo Al-Farabi (que tanto já tinha ouvido falar, mas nunca tinha ido), comandado pelo cara que era dono do Beringela e que fica num casarão de 1865.

Fachada%202

Além de poder comprar vários livros bacanas, você pode tomar uma cerveja importada e almoçar pratos variados, que vão desde uma deliciosa feijoada até um medalhão de filé mignon, com purê de batatas e salada de favas com cogumelos. Tudo isso em mesinhas do lado de fora, com direito a ver a banda passar. Delícia.

Ao lado, tem a Brasserie Rosário, com pé direito alto, iluminação indireta e uma vitrine de doces tentadora. O espaço foi, em 1800, usado por Dom João VI como tesouraria do Império Português.

foto-brasserie-g

Peça a mousse de chocolate com frutas vermelhas. E leve outra para casa.

Depois de ver o tempo passar, sem pressa, nesse corredor cultural-histórico-gastronômico, fomos ver as expos do Saint Laurent e da Virada Russa, no CCBB.

Mas, antes destas, logo na entrada, estão os espaços criados para a oficina de criação do Gondry: Rebobine, por favor. Muitas crianças e adolescentes encantados, gravando seus registros nos 13 espaços criados (tem bar, sala, cozinha, carro…).   Você se inscreve no workshop e depois, filma seu roteito. Depois, os filmes, com até 20 minutos de duração, serão exibidos no telão, no final do evento. O melhor é que várias pessoas ali, ontem, não estavam inscritas no workshop, mas filmavam suas histórias com os próprios celulares ou câmeras digitais. Criatividade à solta, fácil acesso para todos.

Quanto à expo do Saint Laurent e da Virada Russa:

– Quer ver um trabalho de alta costura, incrível?
– Já viu algum dos vestidos da coleção África? Imaginou ver de muito perto?

africa

– Já deu de cara com um Kandinsky? E um Filónov?
– Foi naquela exposição de cartazes russos, há anos, e ainda guardou aquela estética na cabeça?

filonovPara ver de perto

Anúncios