As fotos da californiana Alex Prager lembram Cindy Sherman, David Lynch e Hitchcock. Usando mulheres como personagens e dando o nome delas às fotos, Prager mistura ironia e drama a um clima retrô kitsch e surreal.

Nascida em 1979, a fotógrafa usa recursos de figurino e beauty com cara de anos 60, incluindo perucas, para caracterizar as suas personagens, únicas e e estranhamente divertidas, sempre capturadas em movimento ou num clima de suspense, como se estivessem quase fazendo alguma coisa… (o que faz a nossa imaginação automaticamente criar enredos).

No Featureshoot, ela revela suas influências:
“In no particular order, photographers William Eggleston, Jeff Wall, Mitch Epstein, Helmut Newton, Brassai, artists Balthus, John Currin, Manet, Lucian Freud, musicians Charlie Wadhams, The Kinks, and The Wizard of Oz.”