Acessórios fazem diferença. Adoro os de feiras de antiguidades, com contas de madrepérola, detalhes em porcelana e combinações esdrúxulas. Em contraponto, também adoro os que têm correntes, tachas, metais. Mas, como tenho alergia a níquel, é difícil achar uma bijou que eu possa usar. Dificilmente elas têm banho e, quando têm, duram pouco ou são caras. Uma solução é partir para materiais como a resina, as contas, pedras e tecidos.

Hoje, vi esssas pulseiras do Sobral e fiquei louca. E elas, claro, já estão na minha gaveta.

Essa pulseira faz parte da série Objetos Poéticos. Ela simula um relógio, mas não é.