Às vezes, me deparo com imagens que tiram o fôlego pela beleza aflitiva ou por algum motivo difícil de ser explicado. Geralmente, prefiro as com senso perturbador, lúdico, e que me desloquem para lugares e tempos não visitados. Gosto da sensação de estranhamento, como nas ilustras e colagens do Rafael Meliga:

No site dele tem mais.