Em 2007, Charlie juntou seu talento fresh ao do pai Joe e passou a integrar a marca que leva o sobrenome dois dois: Casely-Harford. A filosofia da marca é anarquia representada por uma “expressão singular de liberdade, criada quando a conformidade duela com a identidade ou quando o convencional restringe a espontaneidade“.

Isso na roupa se traduz como inovação através da tradição.  Para essa estação, eles criaram uma coleção que eles denominaram como Afro Punk. E o resultado é forte e surpreendente.

Joe foi responsável por vestir bandas como The Clash e U2 e o primeiro designer a assinar uma coleção para a Top Shop, em 1993. Entre 2005 e 2008, assumiu o cargo de diretor criativo da Gieves&Hawkes. Charlie, que tem 22 anos, está hoje em sua terceira coleção criada “em família”. Dentre as suas inspirações estão os rude boys londrinos e David Bowie.

Além do genes, pai e filho têm em comum o fato de terem nascido no mesmo dia e terem se formado em História da Arte, na mesma faculdade, a renomada Saint Martin. Junto a nomes como Lanvin e Philip Lim, eles estão desenvolvendo uma coleção para a Swarovski. Um dos planos futuros é abrir uma loja na Dover Street Market, onde Charlie ofereceria serviços sob medida, aos sábados. Luxo.