Ficar estagnada em pensamentos e culpar os outros por seus próprios medos são dois problemas grandes. Ainda o mais quando se junta a isso um relacionamento simbiótico e duas pessoas sem noção da realidade. Isso tudo resume o que se passa no filme Grey Gardens, que fala sobre a decadência das socialites Edith e Edie Beale – parentes diretas de Jackie Onassis. O filme entremeia passagens da vida da mãe e filha com uma interpretação de como teria sido a filmagem do Grey Gardens original, documentário dirigido pelos irmãos David e Albert Maysles.

Edie Beale

David e Albert Maysles junto com Edith e Edie, na filmagem de Grey Gardens

Edie – vivida por Drew Barrymore – é uma jovem sonhadora, que deseja ser atriz e cantora, assim como a mãe desejava quando nova. Após a separação dos pais, ela passa uma breve estadia em NY, onde envolve-se com um homem casado e não consegue manter-se em nenhum emprego, vivendo às custas do pai. Já sua mãe, Edith (Jessica Lange) continua vivendo na mansão Grey Gardens, com o amante, seu professor de piano, que depois de tentar conscientizá-la das mudanças necessárias para o novo padrão de vida, em vão, a abandona. Se tudo já sinalizava mudanças, o padrão de vida das duas decai violentamente  após a morte do patriarca.

Little Edie, jovem e linda, em vestido de festa

Drew, no filme, com o mesmo vestido

Edie e Edith voltam a morar juntas e permanecem vivendo em condições insalubres (cheia de gatos em meio a muito lixo e sujeira), totalmente fora da realidade, durante décadas. A casa fica em ruínas, ameaçada de ser condenada, até que a mídia descobre tudo isso e publica. Então, Jackie visita as parentes e reforma tudo.

Edie em meio a latas espalhadas pela casa

Jornal da época

Little Edie permanece em Grey Gardens até a morte de sua mãe, quando então, vende a mansão – sob a condição de que jamais fosse demolida – e se muda. Finalmente, elarealiza o sonho de morar fora dali, passando por NY, Montreal e se estabelecendo na Florida, até falecer, em 2002.

Por essas fotos que vi aqui da Edie real, fica clara a boa caracterização de Drew.