Fiquei vendo o frisson em torno do Alabama Shakes e, sei lá porquê, até então não tinha escutado. Acho que impliquei com o nome. Daí, fui tentar não me convencer a ir ao Lolla, sabe como é, caro, ponte aérea, hospedagem, etc, etc. Mas, queria tanto ver o Black Keys, o  Franz, o Graforréia e fiquei pensando há quanto tempo não vou num festival, coisa que mais gosto de fazer, e a vida é uma só, e quanto vale o preço de ouvir um bom som ao vivo com seu melhor amigo, e aí, então, pô, vou ouvir qual é desse Alabama aí que tá no line up.

E?

E aí que agora estou aqui preenchendo os dados da compra pro Lolla.

Alabama Shakes, NME, January 2012

Bom, assim como o Black Keys, o que me seduziu de cara no Alabama é a ponte com um som 60’s, com guitarra, bateria e baixo lindamente presentes, com preocupação instrumental. E depois a voz incrível da vocalista Brittany Howard, que lembra Janis Joplin em alguns momentos. Pesquisei mais sobre e vi que o NME pagou pau e a banda já tem fãs como o Jarvis Cocker (do Pulp) e Jack White. Pouca coisa não..

Captura de Tela 2013-02-24 às 16.47.22

Captura de Tela 2013-02-24 às 16.47.32

Ouvi. Garreipaixão. E agora é esperar dia 30/03. E dia 01/04, tem aqui no Circo também.

Anúncios