Dizem que o povo tem memória curta. Eu concordo e tenho visto/ouvido/lido exemplos cruéis. Pior ainda quando alia-se à esse HD defeituoso a pouca referência e/ou a preguiça de pesquisar. Fiquei feliz em ver que a Cavalera retomou os holofotes, com a entrada de Sommer e a volta dos desfiles debochados, kitchs, irreverentes. Tudo a ver a escolha do estilista, que também sempre lançou mão do humor e deixou saudade nas passarelas.

Muita gente não se lembra, mas a Cavalera sempre teve como emblema sair da curva e sempre fez desfiles seguindo essa premissa. Eu fazia moda na época que a marca teve seu auge e amava as t-shirts bem humoradas e agressivas, desconstruindo ícones e logomarcas ou reunindo referências espalhafatosas e diversas, como na coleção Índia, inspirada em Bollywood. Meu sonho era trabalhar lá, por isso, acompanhava todos os desfiles, lançamentos, o que podia. Anos depois, quando eu escrevia para o Moda Brasil,tive o prazer de ir à coletiva do Turco Loco, na Fosfobox, quando a marca elegeu Tati Quebra Barraco sua musa para divulgar os jeans e comemorar seus 10 anos. À coletiva seguiu-se um show da musa do funk. Diversão pura…

Bom, voltando ao presente: esse último desfile – que felizmente fez a Cavalera ganhar os holofotes de novo – teve inspiração nos anos 70. Achei legal pensar no link com um dos primeiros desfiles da marca, há 10 anos, pelas mão da talentosa Thais Losso, intitulado Black:

Na minha opinião, Thais foi responsável pela melhor fase da Cavalera. Também foi ela quem assinou o estilo da coleção Novelas, com trilha com direito a vinhetas e o famoso “plim plim”:

Vasculhando o HD, vale também rever esse desfile em 2003, intitulado Bonequinha de Luxo, onde mesas ocupavam o meio da passarela e rolava uma trilha pra lá de debochada…

As mesas na passarela se repetiram no inverno 2004, agora estampadíssimas, quando os modelos entravam fazendo poses e dançando:

Captura de Tela 2013-03-24 às 14.45.42

Captura de Tela 2013-03-24 às 14.35.35

Depois de muitas apresentações nesse estilo, a marca partiu para outro estilo de show (bom, para não cansar), mas, ainda assim ousando nas locações. Lembro muito do realizado nas margens do Tietê, que confesso, não fui, apesar do convite em mãos. Os jornalistas assistiram com capas e proteções e lembro que choviscou no dia.

cavalera tiete

cavalera tiete 2

Em 2010,  rolou o desfile no Minhocão, em SP:

Captura de Tela 2013-03-24 às 15.02.16

Captura de Tela 2013-03-24 às 15.02.29

Captura de Tela 2013-03-24 às 15.02.08

Agora, é aguardar para ver o que veremos nos pontos de venda da marca.

Vida longa (e memorável, por favor) a Cavalera.