Há uma semana mais ou menos saiu o novo clip do Arcade Fire, Afterlife. Dirigido por Spike Jonze, traz Greta Gerwig, a atriz de Frances Ha, como protagonista. Até então eu não tinha visto o filme, mas me deixei contagiar pela expressão otimista dela, inspiradora, real. A música é incrível, mas é ela quem domina, dançando, todo o entorno lúdico e irreverente. Se eu já queria ver o filme, foi o empurrão que eu precisava pra mergulhar no meu HD e apertar o play.

Frances Ha 2

Frances Ha é… lindo. Esse é o adjetivo que consigo dar para o filme, todo em p&b, o que já me faz cair de amores. A trama gira em torno de Frances, bailarina de 27 anos, para quem parece tudo dar certo – apesar da realidade ser cheia de nãos.  Com leveza e bom humor ela vai levando o dia a dia, sem dinheiro e sem perspectiva de melhoras profissionais. Nada a abala em seus propósitos e sonhos e uma imensa sensibilidade não óbvia no seu jeito de pensar e no intenso convívio com os amigos mostra que simplesmente é assim que devíamos ver e viver todos os dias.

Frances Ha

Diálogos simples e cenas inocentemente reais dão ritmo ao filme, que ainda fala fortemente sobre amizade: apesar de mudanças geográficas e de vida, nada abala a cumplicidade dela com a amiga Sophie. A minha parte preferida é a cena onde ela define o que espera de um relacionamento, o que termina sendo um resumo sobre o que acredito ser amor:

E se você ainda não viu o clip de Afterlife, veja: